Destaques
recent

Rito da Signação da fronte e dos sentidos


Rica- [323a.] Se for oportuno, esta signação dos sentidos poderá ser feita pelos pais (ou ainda pelos Introdutores), ou pelos catequistas; as palavras, porém, são ditas só pelo sacerdote, no plural, como acima, no n. 85, p. 54.

Rica - [70]. É para desejar que toda a comunidade cristã ou ao menos alguma parte dela, amigos e parentes, catequistas e sacerdotes, tomem parte altiva na celebração. 


Obs.: O Rito da Signação da fronte e dos sentidos deve ser celebrado em momento oportuno durante o tempo da catecumenado quando os catecúmenos demostrarem maturidade e entendimento do mesmo. 

Rica - [83]. Então o celebrante convida os candidatos (se forem poucos) e os seus garantes com estas palavras ou outras semelhantes:

Agora, caríssimos amigos, aproximai-vos com os vossos garantes para receberdes o sinal dos discípulos de Jesus Cristo.

Os candidatos aproximam-se do celebrante, um por um, acompanhados dos respectivos garantes.
O celebrante traça uma cruz com o polegar na fronte de cada um dos catecúmenos (ou diante da fronte, se a Conferência Episcopal, atentas as circunstâncias, julgar menos conveniente o contato direto), dizendo:

N., recebe a cruz na tua fronte. Cristo te fortalece com o sinal do seu amor (ou: da sua vitória). Aprende agora a conhecê-lo e a segui-lo.

Cada signação, pode concluir-se, se for oportuno, com uma aclamação de louvor a Cristo, por exemplo: Todos: Gloria a vós Senhor!

Depois de o celebrante ter feito o sinal da cruz sobre todos os catecúmenos, o mesmo fazem, se parecer oportuno, os catequistas e os garantes, a não ser que o devam fazer depois, como se indica no n. 85,p. 54.

Rica - [84.] Se o número dos candidatos for muito grande, o celebrante dirige- se a eles com estas palavras ou outras semelhantes:
Caríssimos amigos: Ao juntar-vos a nós (se antes fizeram a renunciação, acrescenta: e ao renunciardes aos falsos cultos), aceitastes a nossa vida e a nossa esperança em Cristo. Agora, para serdes catecúmenos, vou marcar-vos com o sinal da cruz de Cristo, juntamente com os vossos catequistas e garantes, e toda a comunidade vos vai receber com amizade e ajudar-vos na vossa caminhada.

O celebrante faz seguidamente o sinal da cruz sobre todos os candidatos ao mesmo tempo, enquanto os catequistas ou os garantes o fazem sobre cada um.

Entretanto o celebrante diz: Recebei a cruz na vossa fronte. Cristo vos fortalece com o sinal do seu amor (ou: da sua vitória). Aprendei agora a conhecê-lo e a segui-lo.
Todos: Todos: Gloria a vós Senhor!

Rica - [85]. E m seguida, faz-se a signação dos sentidos (que, a juízo do celebrante, pode ser omitida em parte ou mesmo totalmente).
As signações são feitas pelos catequistas ou pelos garantes (e, em casos particulares, se for necessário, podem ser feitas por vários presbíteros ou diáconos). A fórmula, porém, é sempre proferida pelo celebrante que diz:

Na signação dos ouvidos: Recebei o sinal da cruz nos ouvidos, para ouvirdes a voz do Senhor.
Cada signação, pode concluir-se, se for oportuno, com uma aclamação de louvor a Cristo, por exemplo:
Todos: Todos: Gloria a vós Senhor!

Na signação dos olhos: Recebei o sinal da cruz nos olhos, para verdes a luz de Deus.
Todos: Gloria a vós Senhor!

Na signação da boca: Recebei o sinal da cruz na boca, para responderdes à Palavra de Deus.
Todos: Todos: Gloria a vós Senhor!

Na signação do peito: Recebei o sinal da cruz no peito, para que Cristo habite, pela fé, no vosso coração.
Todos: Todos: Gloria a vós Senhor!

Na signação dos ombros: Recebei o sinal da cruz nos ombros, para levardes o jugo de Cristo, que é suave.
Todos: Todos: Gloria a vós Senhor!


Depois o celebrante faz, sozinho, a signação sobre todos os catecúmenos ao mesmo tempo, sem os tocar, mas traçando o sinal da cruz sobre eles, enquanto diz:
Celebrante: Sobre todos vós eu faço o sinal da cruz, em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, para terdes a vida pelos séculos sem fim.
Candidatos: Amém.

Celebrante:  Oremos. Atendei, Pai de bondade, as nossas humildes súplicas e defendei, com o poder da cruz do Senhor, estes catecúmenos N. e N. marcados com o sinal da mesma cruz, para que, observando os vossos mandamentos, conservem as primícias do vosso dom e mereçam chegar à glória do renascimento baptismal.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

R. Amém.
Fonte: Rica
Joylson Carvalho

Joylson Carvalho

Web Developer, catequista por vocação desde 1998. Desde 2011 tenho me dedicado a estudos, vivências e praticas da IVC, desde então tenho ajudado na implementação da Iniciação a Vida Cristã com inspiração catecumenal, nas comunidades da arquidiocese de Manaus.

Comentários
0 Comentários

Olá, se esse post ajudou você de alguma forma, deixe seu comentário ele é muito importante para nós.!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Olá, se esse post ajudou você de alguma forma, deixe seu comentário ele é muito importante para nós.

Tecnologia do Blogger.