Destaques
recent

O que é o Escrutínio? Para que?

No Ritual da Iniciação Cristã de Adultos explica-se a razão de ser destes Escrutínios ou ritos penitenciais, na Quaresma (cf. RICA 154-159). Durante este tempo, os catecúmenos são objeto de uma preparação interior mais intensa. Esta tem mais em vista o recolhimento espiritual do que a catequese, e destina-se à purificação do coração e da mente, através do exame de consciência e da penitência, e à sua iluminação por meio do conhecimento mais aprofundado de Cristo Salvador. (Cf  RICA 25)

A finalidade é purificar as almas e os corações, proteger contra as tentações, retificar a intenção, conseguir um sério conhecimento de si mesmo e promover a vontade a seguir, fielmente, a Cristo. Assim os catecúmenos vão pouco a pouco sendo instruídos sobre o mistério do pecado, do qual o mundo inteiro e cada homem em particular anseia por ser remido, para se libertar das suas consequências presentes e futuras; e por outro lado para que o espírito se vá impregnando do sentido de Cristo Redentor (Cf RICA 157)

 A partir do dia da sua «eleição» os catecúmenos passam a ser designados pelo nome de «esleitos».(Cf  RICA 24).  A «eleição» celebre-se cerca de seis semanas antes dos sacramentos da iniciação, de modo que haja tempo suficiente para os «escrutínios». A celebração da eleição nunca se fará numa solenidade do ano litúrgico. No rito, usem-se as leituras indicadas no Ritual. Os formulários da Missa serão ou os do dia ou os da Missa ritual.(Cf RICA 61)

Celebram-se três escrutínios, preferencialmente nos domingos III, IV e V da Quaresma,na presença da comunidade, que ora pelos *eleitos, em caso de necessidade, podem fazer-se noutros domingos da mesma Quaresma ou até nos dias feriais da semana que se julguem mais indicados. (Cf RICA 52).

Os escrutínios serão celebrados pelo sacerdote ou pelo diácono com a presença da comunidade à qual preside, para que os próprios fiéis possam aproveitar da liturgia dos escrutínios e tomar parte nas orações pelos eleitos.(Cf RICA 158)

Também no caso de crianças que fazem estes escrutínios (cf. RICA 330-333), que se convertem praticamente em celebrações penitenciais para os que vão ser baptizados e seus familiares. Trata-se sempre de escrutar o coração do catecúmeno e ajudá--lo a conhecer a sua própria debilidade, a vencer o mal e a aderir a Jesus Cristo (cf. RICA 25).

Noutras ocasiões, o escrutínio adquire sobretudo o sentido de exame dos candidatos a um sacramento: por exemplo, na ordenação ministerial ou na Profissão religiosa. Toma então a forma de um diálogo com eles, a respeito da sua intenção e disposições.

Fonte: Rica
Joylson Carvalho

Joylson Carvalho

Web Developer, catequista por vocação desde 1998. Desde 2011 tenho me dedicado a estudos, vivências e praticas da IVC, desde então tenho ajudado na implementação da Iniciação a Vida Cristã com inspiração catecumenal, nas comunidades da arquidiocese de Manaus.

Comentários
0 Comentários

Olá, se esse post ajudou você de alguma forma, deixe seu comentário ele é muito importante para nós.!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Olá, se esse post ajudou você de alguma forma, deixe seu comentário ele é muito importante para nós.

Tecnologia do Blogger.