Destaques
recent

Tempo da Mistagogia

Para que os primeiros passos dos neófitos sejam mais firmes, importa que, em todas as circunstâncias, sejam ajudados com atenção e carinho pela comunidade dos fiéis, pelos padrinhos e pelos pastores. Faça-se tudo para que eles se sintam integrados de maneira plena e feliz na comunidade cristã.
Durante todo o Tempo Pascal, nas Missas dominicais, os neó- fitos ocuparão um lugar especial no meio dos fiéis. Procurem todos os neófitos participar na Missa com os seus padrinhos. Na homilia, e se for oportuno, também na Oração universal, faça-se menção deles. 
Para encerrar o tempo da mistagogia, no fim do Tempo Pascal, nas proximidades do domingo de Pentecostes, faça-se uma celebração especial, acompanhada até de festa externa, segundo os costumes da região.
No aniversário do Baptismo, é para desejar que os neófitos se reúnam de novo para darem graças a Deus, para porem em comum a sua experiência espiritual e recobrarem novas forças.
A fim de estabelecer contacto pastoral com os novos membros da sua Igreja, sobretudo quando ele próprio não pôde presidir aos sacramentos da iniciação, procure o Bispo reunir-se, ao menos uma vez por ano, se possível, com os neófitos recém-baptizados e presidir à celebração da Eucaristia. Nesta celebração, os neófitos podem receber a comunhão sob as duas espécies.

Fonte: Rica
Joylson Carvalho

Joylson Carvalho

Web Developer, catequista por vocação desde 1998. Desde 2011 tenho me dedicado a estudos, vivências e praticas da IVC, desde então tenho ajudado na implementação da Iniciação a Vida Cristã com inspiração catecumenal, nas comunidades da arquidiocese de Manaus.

Comentários
0 Comentários

Olá, se esse post ajudou você de alguma forma, deixe seu comentário ele é muito importante para nós.!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Olá, se esse post ajudou você de alguma forma, deixe seu comentário ele é muito importante para nós.

Tecnologia do Blogger.