Destaques
recent

Celebração do Lava pés no Grupo de Catequese

Lavar os pés de uma pessoa é sinal de serviço, de humildade e caridade, antigamente na zona rural era comum colocar água na bacia e lavar os pés do convidado. Em Jo 10,1-7 durante a ultima ceia Jesus levantou-se, depôs o manto e lavou os pés dos apóstolos.

No tempo de Jesus esse gesto era o primeiro gesto de acolhida, um sinal de excelente hospitalidade. Assim abraão ofereceu água para lavar os pés dos três personagens que o visitaram em Mambré (Gn 18,4). Também a mulher pecadora lava os pés de Jesus com suas lagrimas e enxogou como seus cabelos, beijou-os e ungiu com perfume (Lc 7,36-50)

No tripo pascal no qual se celebra a paixão, morte e ressurreição de Senhor, que tem inicio na sexta feira santa. A cruz,que será o centro da sexta feira tem um prólogo na quinta feira com um duplo gesto: A lavação do pés e a Eucaristia, o primeiro gesto não relatado no evangelho de João. O gesto do lava pés, o sacrifício da cruz e sacramento do memorial desse sacrifício - a Eucaristia - tem em comum o serviço humilde de amor e entrega pela humanidade.

A celebração do lava pés no pequeno grupo de catequese tem com o finalidade o aprofundamento experiencial do sentido do rito que ganhará luzes na grande celebração comunitária na Quinta Feira Santa. Jesus o filho de Deus encarnado entende sua vida e missão como serviço de amor a humanidade. E a entrega da sua vida na cruz será o cume dessa entrega.

"Dei vos o exemplo para que façais assim como eu fiz para vós (Jo 13,14-15b)"

Preparar e celebrar o lava-pés com o grupo. Mostrar a ligação entre pão e vinho consagrados (corpo e sangue de Jesus), morte na cruz e serviço aos irmãos como componentes de uma única realidade salvífica. 
Conversar antes com grupo. Por que esse gosto faz parte da celebração da Quinta-Feira Santa, quando celebramos a instituição da Eucaristia? Que atitudes Jesus propõe para quem para quem quer ser seu discípulo?

Preparar toalha de mesa, pão e vinho suficientes para todos partilharem. Arrumar cadeiras, bacia, jarro com água e toalhas para o lava-pés. Todos permanecem de pé e em silêncio. seria bom prepara um mantra e cantos apropriados para o momento

Comentarista: No Antigo Testamento, um dos ritos da hospitalidade era o de lavar os pés do hóspede para limpá-los da poeira do caminho (Gn 18,4). Jesus celebra a ceia com seus apóstolos e antecipa nos sinais do pão e do vinho a profecia de sua morte na cruz. Sua morte é Páscoa, significa a intervenção do Pai, que salva a humanidade pelo amor de seu Filho levado às últimas consequências. O amor gerado na cruz é libertador, oblativo e desinteressado.

Distante da mesa, os leitores proclamam o Evangelho: Lc 22,7-13 Ide fazer os preparativos para comermos a ceia pascal.

Após a proclamação, duas pessoas se dirigem à mesa com as toalhas, preparam--na e colocam sobre ela o pão e o vinho. Cantar: "Eu quis comer esta ceia agora, pois vou morrer, já chegou minha hora...", ou outro canto com essa temática.

Comentarista: O pão e o vinho partilhados serão os sacramentos da vida doada de Jesus como serviço de amor, de solidariedade para a união dos seres humanos. Praticamos o Evangelho somente quando a entrega, doação de nossa parte. Por isso, existe correspondência entre celebrar a Eucaristia, doar a própria vida e servir a comunidade desinteressadamente.

 O leitor 3 e o leitor 4 fazem respectivamente a parte de Pedro e a de Jesus: Jo 13,1-17 - Se eu, o Senhor e Mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns aos outros.

O comentarista dá sequência ao lava-pés com aqueles que foram previamente orientados e preparados. Enquanto isso, todos entoam um canto apropriado.


O Comentarista convida para a oração do Pai-Nosso. Antes de partir o pão e distribuir o vinho, convidar os participantes para trazerem os alimentos que serão doados. Todos comem o pão e recebem o vinho, enquanto se entoa um canto sobre a caridade.
Joylson Carvalho

Joylson Carvalho

Web Developer, catequista por vocação desde 1998. Desde 2011 tenho me dedicado a estudos, vivências e praticas da IVC, desde então tenho ajudado na implementação da Iniciação a Vida Cristã com inspiração catecumenal, nas comunidades da arquidiocese de Manaus.

Comentários
0 Comentários

Olá, se esse post ajudou você de alguma forma, deixe seu comentário ele é muito importante para nós.!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Olá, se esse post ajudou você de alguma forma, deixe seu comentário ele é muito importante para nós.

Tecnologia do Blogger.